5 min de leitura

A ruptura de estoque é um problema que aflige 10 em cada 10 supermercadistas no mundo. Isso porque a ruptura de estoque é um problema silencioso e que causa impacto direto na rentabilidade das lojas. Nós, inclusive, já abordamos este tema em outro post.

Muito além de um problema apenas para a rentabilidade, a Ruptura de Estoque causa uma série de outros impactos em seu supermercado, como:

 1- Denegrir a imagem de sua empresa junto aos consumidores

Lembre-se sempre que toda vez que um cliente entra em sua loja e não encontra um produto ele terá que passar em outro supermercado para compra-lo. Isso gerará no cliente frustração e incômodo e, além disso, será uma oportunidade para que o mesmo conheça seu concorrente. Na próxima oportunidade, ele passará em sua loja ou irá direto onde encontra de tudo?

2 – Distorcer seus análises de compras e vendas

Como saberemos quais itens fazem realmente parte de suas curvas A, B e C de vendas se o mesmo não foi vendido em todos os dias do mês? Como sua equipe comercial pode dimensionar corretamente os estoques para cada loja se não temos precisão correta de vendas para cada item do seu mix?

3 – Desmotivação da Equipe

Sim, porque quem escuta reclamação quando falta um item não é você e sim sua equipe, em especial operadores e fiscais de caixa e gerentes de lojas. Não há nada que desmotive mais um funcionário do que a sensação de que não está executando bem o seu trabalho. Todo o investimento feito em treinamentos e ações de RH podem se perder apenas por um descuido com a Ruptura de Estoque e a consequente insatisfação do seu cliente.

É inegável os diversos impactos negativos que a Ruptura de Estoque pode causar em sua equipe, imagem empresarial, lucro e caixa. Mas é possível acabar (ou reduzir a próximo de zero) os problemas de ruptura seguindo 3 dicas básicas. São elas: engajamento de sua equipe, implantação de processos e uso de seu ERP como aliado. Vejamos abaixo.

4- Engajamento da Equipe

Engajar equipe não é simplesmente motiva-la para trabalhar mais feliz e atender melhor seu cliente. Engajar uma equipe também significa fazê-la usar recursos de tecnologia que disponibiliza e executar processos corretamente. Logo, se você quer implantar um processo que evite a Ruptura de Estoque e se você quer que sua equipe use o ERP para fazer isso o primeiro passo é demonstrar, de forma clara, a importância de cada uma destas etapas. Invista em treinamentos em reposição de mercadorias, solicitação de abastecimento das lojas, determinar corretamente o estoque mínimo de cada produto, observação de giro do mix, auditoria presencial de gôndolas e ilhas, etc… Para facilitar, fale com seu fornecedor de ERP
para saber se há algum material disponível que oriente sobre estes processos ou se ofertam algum serviço de treinamento para auxilia-lo.

5- Implantação de Processos

Uma vez a equipe engajada é hora de melhorar seus processos, principalmente o de abastecimento. A grande maioria dos casos de Ruptura de estoque não está na falta do produto
na loja e sim da falta do produto na gôndola! É comum encontrar os produtos no depósito,
fechado em caixas no meio do corredor, perdidos em algum lugar onde não deveriam… Você encontra o produto em qualquer lugar menos na gôndola. Por isso é importante a implantação
de processos de abastecimento. Algumas dicas:

  • Determine responsáveis para cada seção da loja. Este responsável deve, de hora em hora
    por exemplo, olhar cada uma das gôndolas em busca de possíveis rupturas, com base no estoque mínimo determinado para cada item do seu planograma;
  • Este responsável deve acionar os repositores imediatamente, solicitando a quantidade de
    cada item que deve ser reposta. Se sua loja trabalha sem depósito é hora de disparar um
    pedido de compras para o comercial;
  • O comercial deve ser avisado de possíveis pontos fora da curva. Não dá para esperar o processo comum de compras se um item de ponta da Curva A está prestes a faltar.
    Nem que para isso alguém precise ir no atacado vizinho repor a mercadoria. Um menor lucro pontual é melhor do que a má impressão gerada pela falta do item;
  • Ter um responsável por prevenção de perdas, funcionário dedicado a acabar com a Ruptura de Estoque, pode ser uma saída de baixo investimento. Sem um “dono” a operação não vai avançar.

6- O ERP como aliado

Equipe engajada e alguns processos já alinhados? Hora de usar o ERP. Enxergue seu Software como aliado no seu negócio. Prever e auditar a Ruptura de Estoque é obrigação de um ERP desenvolvido para melhorar a rentabilidade de seus clientes. Vários recursos trabalhando
juntos podem ajudar nisso:

  • Determinar o estoque mínimo e máximo das lojas;
  • Configurar pedido automático de abastecimento do CD para as lojas;
  • Disparar automaticamente pedidos para fornecedores cadastrados nos leilões reversos para ítens de Curva C e B menos;
  • Alertar equipe comercial para pedidos emergenciais de produtos das curvas A e B mais;
  • Possuir relatórios de auditoria que auxiliem a equipe a encontrar estes problemas e soluciona-los automaticamente.

Com estes 3 passos é possível acabar com a Ruptura de estoque. Não é uma tarefa fácil de ser cumprida mas é importante saber que existem soluções pensadas para minimizar isso. O Logus ERP possui uma série de recursos que ajudam a acabar com a Ruptura de Estoque. Com um deles é possível aumentar o faturamento de sua loja em até 10% com o uso de apenas um relatório.
Quer saber como? Clique aqui e baixe nosso material sobre Ruptura.

E que tal receber no seu celular uma mensagem dizendo que tal produto terá Ruptura? É isso mesmo. Seus gerentes recebendo mensagens em tempo real avisando com quais itens precisam se preocupar pois acabarão em breve (imagem do Logus App lá em cima, neste Post).


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *